Energia solar | Compensa investir: Sim? ou Não?

Os motivos que estão levando as pessoas a optarem pela energia solar são os mais distintos, e vão desde o interesse em utilizar uma fonte de energia limpa, renovável, gratuita e protegida de reajustes e de bandeiras tarifárias, até à valorização imobiliária.

Uma das maiores vantagens da energia solar está no aspecto financeiro: além da economia direta na conta de luz de até 95%, se transforma no melhor investimento a curto prazo, pois oferece retorno superior a qualquer outro de renda fixa disponível no mercado financeiro. Quer saber como isso funciona na prática?

A energia solar| um investimento seguro

O investimento em energia fotovoltaica, além de oferecer excelente rendimento apresenta um retorno médio do investimento entre 4 e 6 anos e também se mostra atrativo pelo baixo risco e por não ter incidência de impostos ou taxas administrativas.

Devemos ainda considerar no segmento empresarial o valor intangível que será agregado à sua própria marca, podendo explorar os benefícios do marketing verde, ou seja, uma empresa preocupada com o meio ambiente.

Assim, para valer a pena, é preciso saber em quanto tempo o sistema de energia solar vai chegar ao ponto de equilíbrio, momento a partir do qual o investimento estará totalmente pago e o resultado será apenas o lucro da economia com as contas de energia.

Vamos a um exemplo prático:

Para uma família na cidade de Recife com quatro pessoas, com custo mensal de cerca de R$ 425,00 e R$ 5.100,00 anual pela energia elétrica seria necessário um investimento de cerca de aproximadamente R$ 25.000,00 para a instalação completa de um Sistema Fotovoltaico, considerando desde o estudo de viabilidade até o comissionamento e entrega do sistema.

Com isso, esta mesma família passará a pagar apenas o custo de disponibilidade do sistema, ou seja, o valor cobrado pela concessionária para disponibilizar a energia elétrica naquela residência. No caso de uma residência com ligação trifásica, com uma tarifa de R$ 0,80 o custo de disponibilidade é cerca de R$ 80,00 mensal e anual de R$ 960,00. É isso mesmo! com o Sistema de Energia Solar Fotovoltaico esta família irá economizar cerca de R$ 4.260,00 anualmente, redução de 83% dos gastos com energia.

Vamos agora supor que esses mesmos R$ 25.000,00 sejam aplicados no investimento do Tesouro Direto Selic, com uma rentabilidade líquida de 0,5% ao mês (já descontando o imposto de renda sobre o lucro).

Por último, como base, fixaremos um período de 25 anos para este estudo de caso.

Veja a comparação a seguir:

Algumas premissas foram consideradas para esse estudo:

*Reajuste tarifário considerado: 8% ao ano.

*Perda de eficiência dos módulos: -0,05% ao ano.

Alguns pontos desse comparativo de rendimento merecem ser comentados:

No ano 1 o investimento no sistema gera um passivo de R$ 25.000,00 enquanto a aplicação no Tesouro Selic é um ativo de mesmo valor e já gera rendimentos;
A partir do ano 2 é considerado o reinvestimento da economia anual proporcionada pelo Sistema Fotovoltaico no próprio Tesouro Selic, apenas para manter a coerência dos cálculos;
No ano 5 o investimento no sistema fotovoltaico já está pago. Isso se deve principalmente graças à economia mensal das contas de luz;
No ano 10 o investimento no sistema fotovoltaico já recuperou o aporte inicial e já superou o investimento no Tesouro Selic feito no ano 1.
No ano 25 o rendimento da instalação do sistema fotovoltaico ultrapassa a casa de R$ 900.000,00 enquanto o mesmo investimento no Tesouro Selic acumulou menos de R$ 130.000,00. Nesse momento, o rendimento do investimento no sistema fotovoltaico é quase 7 vezes superior ao rendimento do investimento no Tesouro Selic.

O exemplo acima deixa clara a larga vantagem do investimento no Sistema de Energia Solar Fotovoltaico quando comparado ao investimento em um título público atrelado à SELIC. O resultado é bem semelhante se compararmos a outras modalidades de investimento de renda fixa, como: Poupança, CDB, LCI ou LCA.

A conclusão que se chega é que pensar no Sistema de Energia Solar Fotovoltaico é pensar não somente em energia limpa, sustentável e protegida de reajustes e bandeiras tarifárias, mas também em uma real modalidade de investimento que produz rendimentos muito acima das principais ofertas de renda fixa do mercado financeiro.

Fonte: Energon Brasil

Deixe uma resposta